Cuidados para uma alimentação saudável na preservação da saúde - Para Si

A saúde é fundamental para vivermos bem. Com saúde somos mais felizes e conseguimos fazer o que gostamos com energia e vigor. A alimentação é um dos fatores que mais se relaciona com a saúde e pode até ter um papel importante na prevenção de algumas doenças.

Qual a influência da alimentação saudável ao longo da vida?

A alimentação na primeira infância

Durante o aleitamento, que deve ser exclusivo até aos quatro/seis meses, a escolha dos alimentos está facilitada, pois resume-se ao leite materno ou fórmulas lácteas. No entanto, na fase de introdução de novos alimentos, são necessários alguns cuidados.

Papas

A escolha das papas de bebé é muito importante. A opção mais segura serão sempre as que não tem açúcares adicionados, a não ser os naturalmente presentes, provenientes, por exemplo, da fruta.

Sopas

As sopas facilitam a introdução gradual de novos alimentos. Para que o bebé se vá adaptando a diferentes texturas e sabores, não faça purés demasiado passados e sempre da mesma cor. O tempero deve ser apenas o azeite adicionado no final da confeção, fora do lume.

Alimentos sólidos

É natural que, com a introdução de alimentos sólidos, os bebés rejeitem mais alimentos. No entanto, persistência é a chave e pode ser determinante para a aceitação de alimentos benéficos para a saúde.

Alimentação a partir do ano de vida

A partir do primeiro ano de vida, as refeições já podem ser partilhadas por toda a família. Deve optar por refeições simples e evitar temperar demasiado os pratos. Modere a utilização de sal e aproveite as ervas aromáticas para dar mais sabor aos cozinhados.

A alimentação na escola

Nesta fase as crianças começam a ter mais autonomia nas suas escolhas alimentares, mas nem sempre são as mais acertadas. Garanta que os lanches e snacks das crianças preparados em casa incluem opções saudáveis, como fruta, iogurtes, sandes, frutos oleaginosos, palitos de vegetais, bolachas ou barritas de cereais.

A alimentação saudável na idade adulta

A falta de tempo na preparação e confeção das refeições leva, muitas vezes, à procura por soluções rápidas. No entanto, alguns hábitos poderão ajudá-lo a manter uma alimentação saudável mesmo quando não tem tempo. Levar a marmita para o trabalho, por exemplo, é uma forma de saber e controlar o que se está a consumir, ajudando-o também a evitar o desperdício alimentar. As refeições prontas também são uma opção a considerar. No entanto, opte por opções mais saudáveis, com pouco sal e gorduras.

A alimentação na terceira idade

Em idades mais avançadas, a perda do paladar é frequente. As alterações na dentição, capacidade de mastigação e deglutição podem também interferir com a alimentação nesta fase da vida. Torna-se essencial diversificar e promover os sabores, utilizando ingredientes que realcem o sabor dos pratos, como as ervas aromáticas, as especiarias e os temperos como o sumo de limão ou laranja. Por vezes, não são tolerados alimentos de consistência dura. A consistência mole ou pastosa poderá ser uma solução em alguns casos, mas nem por isso os pratos devem ser menos saudáveis.

A alimentação saudável tem um papel importante na saúde de todos. Com a informação e as escolhas certas, torna-se mais fácil implementar hábitos alimentares saudáveis e equilibrados, adaptados a cada fase da vida. Pela sua saúde e da dos seus familiares e amigos, partilhe estas dicas com eles!