Produtos que não podem faltar no Ano Novo para uma excelente passagem de ano: marisco, uvas passas, champanhe ou espumante

O novo ano está aí à porta e chegou a altura de definir metas e objetivos, fazer o balanço do ano que passou e preparar a noite tão esperada. Para a última noite do ano, todos querem boa comida e, tal como existem produtos que não podem faltar no Natal, também há iguarias que ninguém dispensa na noite de Ano Novo.

Quais são os produtos que não podem faltar na noite de Ano Novo?

Se gosta de cumprir tradições sabe que estes produtos têm de estar por perto nesta noite. Confira se já os tem por casa e, se não tiver, aponte na sua lista de compras para a noite de Ano Novo.

Champanhe ou Espumante

A noite é de festa e é às doze badaladas que se abrem as garrafas para o tão aguardado brinde ao ano novo que acaba de começar. O champanhe está associado a vitórias e celebrações e, na altura da passagem de ano, este produto é apreciado por todos em todo o mundo. Os historiadores afirmam que o champagne e o espumante estão associados ao luxo e às festas da realeza e da aristocracia na Europa. Após a Revolução Francesa tornou-se um ritual. Também a comemoração com espumante em casamentos e batizados ficaram para a história.

Marisco

Podemos não consumir marisco durante todo o ano, mas nesta noite não pode faltar. Seja em patê, grelhado, ao natural, como entrada ou a enriquecer o prato principal, todos ficam deliciados com este petisco. Há quem prefira as gambas, os camarões, ou quem não dispense os mexilhões. Um ingrediente festivo, que pode ser confecionado e adaptado a todos os gostos, leve e com um aroma a mar que deixa qualquer um rendido. Para escolher o melhor marisco deve ter em conta as melhores origens. Nesta ocasião especial privilegie o camarão de Madagáscar, a sapateira da Escócia ou a lagosta de Moçambique.

Uvas passas

Cumpre a tradição das 12 uvas passas para as 12 badaladas? É uma tradição que terá começado nas Portas do Sol, em Madrid. Ao que tudo indica, as autoridades de Madrid decidiram implementar o festejo do Ano Novo, fazendo com que todos comessem 12 uvas como acontecia na Alemanha e em França. Até essa altura os espanhóis festejavam apenas a chegada dos Reis Magos a 6 de janeiro. Os espanhóis, em forma de protesto, comiam uvas passas em vez de uvas. Com o passar dos anos a rotina de protesto deu origem a uma tradição, chegando também a Portugal. São muitas as famílias que acabam o ano desta forma, que refletem sobre os momentos que marcaram o ano, as suas conquistas e desafios e que aproveitam as 12 passas para pedir 12 desejos para o novo ano.

Se algum destes produtos ainda não faz parte da sua noite de Ano Novo, aproveite para o incluir nas tradições deste ano. Acredite que o convívio se tornará mais especial, delicioso e memorável.

Se tem amigos que gostam de passar uma passagem de ano em grande, partilhe este artigo e mostre-lhes tudo o que não pode faltar numa noite de festejos e celebração.