Como comprar vinho e repor stock da garrafeira - Para Si

Se é o tipo de pessoa que não dispensa um copo de vinho à refeição, deverá sentir com com frequência a necessidade de repor o stock de vinhos da sua garrafeira. Existem alturas do ano em que compensa comprar vinhos e devemos aproveitar esses momentos para pensar quais os vinhos que não podem mesmo faltar em casa.

Podemos apontar algumas recomendações que facilitam a tomada de decisão no momento de compra, uma vez que o mundo dos vinhos é vasto e exige algum conhecimento.

Dicas para comprar um bom vinho e repor o stock da garrafeira

Ter em conta o tipo de refeição

A escolha do vinho deve ser efetuada considerando o propósito do vinho. Ou seja, é importante saber harmonizar o vinho com a refeição ou ajustar a escolha a uma ocasião em especial. Cada refeição pede um vinho diferente, tanto em termos de estrutura como de aroma e sabor.

Um vinho para acompanhar um prato de peixe grelhado numa tarde de calor, não deve ser o mesmo para servir numa refeição quente e mais pesada. O mesmo acontece com a ocasião, uma vez que um jantar de negócios ou um cocktail de verão pedem vinhos diferentes. Por norma, os vinhos brancos, rosés e espumantes relacionam-se melhor com pratos leves e dias quentes. Já os vinhos tintos tendem a ser mais apreciados em dias frescos.

Imprevistos e visitas de última hora acontecem, e, como tal, devemos garantir alguma variedade de vinhos na nossa garrafeira. Qualquer que seja a ocasião, há a certeza de que o vinho certo estará em casa.

Aproveitar os descontos e feiras promocionais de vinhos

Durante todo o ano existem vinhos em promoção nas grandes superfícies comerciais. No entanto, é quando se realizam as grandes feiras de vinhos que compensa repor o stock da garrafeira. Estas iniciativas permitem degustar alguns tipos de vinho e saber mais acerca do produto e do produtor, de forma a garantir compras informadas e com a certeza e garantia de satisfação. A verdade é que ninguém gosta de investir muito dinheiro em produtos que não conhece, e o fator do preço exerce muita influencia sobre a escolha. Estas são as alturas ideais não só para adquirir os vinhos que tem por hábito consumir e guardar em casa, mas também para conhecer e apreciar novos sabores e aromas.

Assim, as grandes feiras de vinhos possibilitam repor o stock e, ao mesmo tempo, poupar. Encontrar produtos de qualidade e com bons descontos torna-se assim mais fácil. 

É importante ter ainda em consideração a forma de conservar o vinho para assegurar a sua qualidade ao longo do tempo de armazenamento em casa.

Verificar se é um vinho premiado e com distinções de qualidade

Para garantir uma escolha acertada e com garantia de qualidade, pode optar por vinhos premiados. Um dos objetivos dos concursos de vinhos passa por facilitar o processo de compra e garantir ao consumidor que, independentemente da sua escolha, será uma escolha acertada.

Consultar a informação presente nos rótulos

É no rótulo que constam todas as informações acerca do produto. Indicadores como as castas que compõem o vinho, a sua região de origem, as denominações de origem (DOC – Denominação de Origem Controlada), e informação sobre se o vinho passou por um período de maturação e envelhecimento, estão sempre presentes neste elemento.

Desta forma, a leitura do rótulo permite fazer uma compra consciente, na medida em fornece ao cliente todas as informações necessárias para saber exatamente aquilo que está a adquirir, fazendo com que a escolha vá de encontro às suas expectativas.

Tendo em conta que existem vários tipos de vinho de diferentes regiões e castas vitivinícolas, dos mais versáteis aos mais complexos, as feiras de vinhos são um ótimo ponto de partida para conhecer novos produtos e repor o seu stock da garrafeira.

Se este artigo se mostrou útil para si, saiba mais sobre vinhos e não deixe de partilhar as nossas dicas e sugestões nas redes socias.