Benefícios e tipos de chocolate e cacau - Para Si

Ter uma alimentação equilibrada não significa dizer “não” ao chocolate. Muito pelo contrário. O chocolate além de delicioso, apresenta vários benefícios para a saúde. No entanto, o seu consumo deve ser sempre moderado e consciente. Acima de tudo, o chocolate deve ser degustado com o devido apreço, privilegiando as variedades com menor adição de açúcar refinado e gordura do leite.

Que tipos de chocolate existem?

De facto, existem vários tipos de chocolate à venda nos supermercados, uns mais claros, outros mais escuros, com frutos secos, caramelo e outras tantas combinações possíveis. Apesar das suas combinações e formas – em tablete, bombom – interessa distinguir os três principais tipos de chocolate.

Chocolate Branco

O chocolate branco difere de todos os outros tipos de chocolate desde a sua composição. Assim, é constituído apenas por manteiga de cacau, não apresentando qualquer percentagem de cacau. Posteriormente é lhe adicionado leite e uma grande quantidade de açúcar, daí o seu sabor tão doce. Uma vez que os benefícios do chocolate provêm do cacau, o chocolate branco não possui as mesmas características e vantagens nutricionais. Este tipo de chocolate possui um teor mais elevado de gordura e açúcar e uma menor presença de antioxidantes.

Chocolate de Leite

O chocolate de leite, consumido pela maior parte das pessoas, caracteriza-se por conter na sua composição uma proporção de cacau inferior a 50%. Deste modo, é o chocolate que apresenta uma cor castanha clara e uma textura cremosa. Apesar de conter alguns nutrientes e fitoquímicos, é um tipo de chocolate que contém uma elevada percentagem de açúcar e gordura, podendo variar conforme a percentagem de cacau presente. Apresentando-se como um produto intermédio do chocolate branco e negro, possui uma menor percentagem de cacau face ao chocolate negro e é menos calórico do que o chocolate branco.

Chocolate Negro

Por sua vez, o chocolate negro, ou chocolate preto, é o tipo de chocolate que mais pode variar em termos de sabor, cor, aroma e textura, tendo em conta a origem e a concentração de cacau. Regra geral, para um chocolate estar na categoria do “chocolate negro” deve apresentar na sua receita um mínimo de 50% de cacau. No entanto, esta categoria subdivide-se tendo em conta o grau de cacau presente. Deste modo, chocolates com teor de cacau até 80% são considerados amargos e, acima dessa percentagem extra amargos. Uma vez que é constituído maioritariamente por cacau, é o tipo de chocolate que contém menos açúcar e gordura sendo, por isso, a melhor opção para consumo.

Quais os benefícios do chocolate negro para a saúde?

De acordo com a PubMed (PMC), uma base de dados de literatura médica e científica da NIH – U.S. National Institutes of Health, o cacau contém propriedades benéficas para a saúde.

Contém flavonoides

O chocolate, por ter como base o cacau, contém flavonoides, um grupo de antioxidantes com propriedades antivirais e antibacterianas. Estes componentes, encontrados maioritariamente nos frutos vermelhos e laranja, são antioxidantes que auxiliam na proteção e preservação das células do organismo, desempenhando um papel importante na saúde ocular e na prevenção de problemas circulatórios. Além disso, também são associados à melhoria da função cognitiva à medida que envelhecemos.

Reduz o risco de problemas cardíacos

Outro benefício do consumo moderado de produtos que contêm cacau é a melhoria da saúde cardiovascular. Este ingrediente apresenta propriedades que promovem a dilatação dos vasos sanguíneos, ajudando toda a função cardiovascular, reduzindo o risco de coágulos sanguíneos e diminuindo o mau colesterol (LDL).

Tem um efeito positivo no humor

Quando dizemos que comer chocolate nos torna mais felizes não estamos a dizer nenhuma mentira. De facto, o chocolate pode ajudar a melhorar o humor. O chocolate negro estimula a produção de endorfinas, substâncias químicas no cérebro que criam sensações de prazer. Além disso, contém serotonina, um antidepressivo que nos torna mais calmos e com um melhor humor. No entanto, não deixe que o seu lado emocional comande o consumo de chocolate!

Torna a pele mais saudável

A presença dos flavonoides apresenta benefícios que se alargam até à pele. Assim, estes componentes do chocolate negro ajudam a absorver a luz UV, aumentam o fluxo sanguíneo para a pele e melhoram a suavidade da pele, aumentando a hidratação.

Dá um boost de energia

O chocolate contém cafeína e teobromina, substâncias que aumentam os níveis de energia. Em regra, quanto mais escuro for o chocolate, menos açúcar contém e maior potencial de aumento de energia apresenta. Assim, se for desportista ou tem por hábito treinar, pode incluir o chocolate negro, conjugado com outros ingredientes como frutos secos, como um snack pré-treino.

Se gostou deste artigo, partilhe-o com os seus amigos e tirem o maior partido deste ingrediente riquíssimo em nutrientes, através da escolha dos melhores chocolates e de um consumo moderado e adaptado ao seu estilo de vida.